Todas as Notícias

Nota de apoio: Conacate

A imagem pode conter: texto

Recebam as forças de segurança do DF, nossa solidariedade em desagravo à lamentável nota de que foram alvo ao final de 2019. Emitida por entidade de auditores do Tribunal de Contas da União, acreditamos que não representa o pensamento desta respeitada e parceira categoria, como atesta federação superior que compõe nossos quadros e congrega os servidores dos Tribunais de Contas do país.

O Estado, no caso o DF, deve respeito e dignidade aos profissionais que diariamente oferecem suas vidas pela segurança da sociedade, inclusive os signatários da lamentável nota.

Os aspectos técnicos foram rebatidos em abundância na resposta oferecida em Nota de Repúdio do SINDEPO-DF e ADPJ mas, principalmente, causa espécie a absoluta falta de adequação e oportunidade política, num momento crucial da vida da nação, em que se vende à sociedade a ideia de que a estrutura administrativa de estado é nociva e responsável por todas as mazelas, com o objetivo de obter o “de acordo” desta mesma sociedade ao processo de sucateamento do serviço público e sua privatização, em franco andamento. A iniciativa tomada carece de motivações e acaba por atender a interesses outros.

A hora é de levar esclarecimentos da importância do Estado para o cidadão. A hora é de se registrar que os brasileiros, inclusive os responsáveis pela nota decidiram, com absoluta tranquilidade, nas últimas eleições, se levariam o país à esquerda ou à direita porque, qualquer que fosse o rumo decidido nas urnas o país continuaria, como continuou, funcionando normalmente. Isto graças às estruturas de estado já consolidadas por muitas décadas, inclusive as afetadas pela nota.

A hora é de maturidade funcional, operacional e política para dar tranquilidade à população. Em relação ao papel do Estado cabe lembrar que recentemente o parlamento Suiço aprovou o cadastramento de todos os cidadão, para ser feito pela iniciativa privada. Para surpresa de alguns, pesquisa mostrou que 83% deles preferem que tal cadastramento seja feito sim, mas pelo Estado. Afinal a confiança é no Estado e suas estruturas.

Isto deve ser preservado. Sem dúvida há ajustes a fazer mas ousamos dizer que, numa das maiores críticas ao Estado, seu tamanho e baixa mobilidade para ajustes, reside sua maior virtude qual seja, a perenidade. Assim como um grande empresário ou executivo da iniciativa privada, ao governar um estado ou uma cidade, não consegue em quatro anos transformá-la numa ágil Sociedade Anônima nós, na nossa infinita capacidade de elegermos mal nossos governantes não colocaremos lá alguém que em quatro anos, a destrua.

Estruturas de Estado assimilam a alternância de poder de forma a preservar a sociedade, suas instituições, memória e a continuidade, sem descumprir determinações de governos legitimamente eleitos.

Entendemos ser este, o norte - Somatória e foco no esclarecimento à sociedade.

Brasília, 06 de janeiro de 2020.

A Diretoria CONACATE – Confederação Nacional das Carreiras e Atividades Típicas de Estado

ADPJ

SCES Trecho 2, Lote 25 Dentro do clube da ADEPOL

CEP: 70.200-002
Site7Dias